segunda-feira, 4 de maio de 2009

Audiência Pública - Parque Villas Bôas

17 comentários:

  1. soninha tem comentários sem resposta, estou te mandando, não é minha opinião, mas diga ai o que podes responder,::


    O Soninha sai de cima do muro po, faz campanha do partido depois fala que não viu, volta atras...assim não da pra ser prefeita não, vai continuar no Legislativo onde vc poderá se esconder atras de todo mundo...O PPS disse que o Lula vai mecher na poupança igual o collor..O fato é que o Color mecheu na poupança (confiscando) e o Lula vai mecher na poupança (diminuindo o rednimento) tambem, é so uma jogadinha que o pt fez a vida toda e agora quer pagar de moralista ai...LULA não meche na minha poupança pra ajudar banqueiro não, safado...
    3 de Maio de 2009 00:27
    André disse...

    O Serra é de esquerda... tá... quer dizer que o principal nome cotado para concorrer à Presidência da República pelo PSDB (!) não seguiria em um eventual governo federal a cartilha privatista e neoliberal que foi aplicada por FHC em tempos idos???

    Qual política de Serra em São Paulo pode ser considerada de esquerda, visto a truculência com que são tratados os movimentos sociais em suas manifestações?

    É possível considerar de esquerda um governo que não pauta sua gestão pelo diálogo com a sociedade civil organizada mas sim (e unicamente, ao que parece) pelo poderoso lobby de empresas como a empreiteira Odebrecth (muito justamente enfrentada pelo presidente do Equador, este sim alguém de esquerda!).

    É possível considerar de esquerda um governo que varre sem-tetos das ruas?

    É possível enxergar esquerda num partido que boicota o piso salarial dos professores da rede pública?
    3 de Maio de 2009 13:29
    eremildo disse...

    Reproduzo a “opinião” de Celso Ming
    cad. Economia pg B2– Estadão 3 maio

    ...” Collorpança – O presidente Lula atacou como “insanas” as críticas
    ao projeto de mudança na caderneta feitas pelo PPS, que denunciou
    confisco equivalente ao do Plano Collor.

    Lula teme a força de penetração desse tipo de mensagem
    na opinião pública.

    O povão não entende o argumento de que a caderneta esteja pagando demais. Cada R$ 1 mil em depósitos não rendem mais de R$ 5,50 por mês, quantia que não cobre nem passagem de metrô, de ida e volta ao banco. Como 93% das cadernetas têm saldos inferiores a R$ 5 mil,
    93% das cadernetas rendem menos de R$ 28 por mês. “.....

    Entendi......
    Povo saia ensandecido às compras
    antes que seu
    dinheirinho
    evapore !!
    3 de Maio de 2009 15:15
    nenhum disse...

    O Serra é a esquerda do Rio Pinheiros. ;-)

    Na verdade, Serra é muito ruim tanto se analisado por critérios conservadores quanto por critérios liberais. Ele cria autarquias burocráticas e mais autarquias burcráticas(Caso de uma Secretaria de Ensino Superior, SPPrev, Nota Fiscal Paulista) enquanto sucateia programas de seu antecessor tucano(Escola da Família, Escola em Tempo Integral).

    A postura dele com relação à greves é desastrosa: se ele agisse como Presidente com os militares da forma que agiu com professores, policiais civis e universitários a segurança do país estaria em risco. E na educação ele conseguiu inverter o discurso vigente desde dos anos 80, privilegiando reformas de edificios a investimentos em pessoal.

    Para quem está mais interessado em conceitos abstratos como coerência e "terrorismos", bem tudo. Já para quem vive no mundo real...
    3 de Maio de 2009 15:39
    luis augusto simon disse...

    Soninha, voce ainda não tinha visto a propaganda de seu partido? Tá por dentro hein?
    3 de Maio de 2009 22:35
    luis augusto simon disse...

    O Serra é de esquerda.
    O PPS é de esquerda.
    A Soninha é de esquerda. Ela disfarça, mas é de esquerda. Terminada a eleição, ela corre para o Rio e faz campanha para o Gabeira. Depois, pega o avião e vira subsecretária do Kassab.
    Mas, quem sabe o Kassab não é de esquerda também?
    Ah, Soninha explica aí se você acha certo o Roberto Freire morar em Brasilia e ganhar 12 paus para ser consultor em São Paulo. Da Sabesp e do Turismo.
    Ah, ele é de esquerda também?
    3 de Maio de 2009 22:38
    Moniquinha disse...

    Serra de esquerda?

    Em que estadao você vive?

    Pelo menos,nom eue stado,São PAULO,a educação pública,vai de mal a pior,o salário do funcionário público comu,aquele que presta concurso,sabe?vai de ruim a péssimo.
    Serra,não é neoliberal?
    Peraí,de que Serra estamos falando?

    Decepção.
    3 de Maio de 2009 23:34
    Humberto disse...

    Peraí, acho que meus olhos estão m'enganando. O Serra é de esquerda??? Soninha, acho que você andou vendo o cara pelo espelho. A imagem inverteu. Não vou entrar no mérito se ele é bom ou mal, mas é a primeira vez que ouço ou leio isso. Será que ele sabe disso?
    Um abraço.
    3 de Maio de 2009 23:50
    Roberto Nogueira disse...

    O Serra deve ser de esquerda tanto quanto o Edmar Moreira deve apreciar a arquitetura pós-moderna.
    Aproveitando o ensejo, prezada Soninha, você que apoiará um candidato que diz estar governando e não fazendo campanha, o que acha das propagandas da SABESP em diversos estados da federação, inclusive no longínquo Acre?
    4 de Maio de 2009 01:12
    Sidarta disse...

    Corrigindo, Soninha...

    O Serra pensa de esquerda,
    mas quando sente, sua obsessão
    em ser presidente faz seu coração
    ficar centrado apenas no poder...
    por isso ele chuta mesmo é de direita!
    4 de Maio de 2009 08:35
    Regis disse...

    Para com os adversários, xingue-os do que você é, acuse-os do que você faz.

    Isto é Lênin, não?
    4 de Maio de 2009 11:36
    DrPiss disse...

    Menos mal vc reconhecer o ridículo da propaganda do pps, partido apêndice dos demo-tucanos. Ética e decência, como se apregoa no slogan da publicidade, não são compatíveis com empregos-mamatas (talvez não é seu caso, mas o do presidente do seu partido), pagamento da empregada doméstica de deputado com dinheiro público, negociatas no RS no governo tucano. Defender o PT é dose prá elefante, nem pensar. Não há partido nesse país decente, mas podemos pensar em políticos decentes e com convicções democráticas. Bater impiedosamente no governo Lula, esquecendo dos vínculos FHC-Serra-Kassab é mentir descaradamente. Aí não dá prá aceitar.
    4 de Maio de 2009 11:42
    Fernando disse...

    Soninha, a questao basica entre os rendimentos da poupança e os titulos publicos (e os fundos que investem nele) é simples:

    1 - Poupança nao paga IR;
    2 - Com a queda dos juros e sem IR seu rendimento liquido fica mais atrativo que outros investimentos.
    2 - Se investidores em titulos publicos (que pagam IR) trocarem os titulos pela poupança isso impossibilitara a rolagem da divida do governo o que destruiria a economia.


    E nao é uma questao Governo Federal vs Governos Estaduais e Municipais.

    Todo mundo seria prejudicado.

    As outras questoes são marginais e obviamente serao equalizadas com o passar do tempo.

    O importante é que com a queda dos juros, esses e outros desafios que nao imaginavamos vao surgir, e é preciso maturidade pra lidar com esses desafios, coisa que falta a seu partido.
    4 de Maio de 2009 11:53
    Tocando em Frente disse...

    Por que fostes (e ainda estas) neste inferno de Dante?
    Venal? Você não me parecia...
    Que consigas olhar para tuas filhas com honra.
    4 de Maio de 2009 12:58
    Fabio Santos disse...

    HAahahahaha

    Serra de Esquerda!!!

    Vou mandar essa por e-mail pr'um monte de gente que gosta de receber piadas!!!

    Rachei!

    Em tempo: não reconheço nem mesmo os petistas como esquerda. Eles são centrão. O que dizer então de alguém sem projeto nenhum além de privatizações e terceirizações. Fazendo um pequenino levamtamento dos Governos pelos quais o Imperador passou, se saberá qual foi o crescimento.
    Talvez o PSTU seja. Talvez.

    O Serra! Hahahahaaha!

    ....
    O Serra!
    É melhor ele continuar falando pra ficarmos longe dos espirros de porquinhos!!!
    4 de Maio de 2009 14:16
    Regis disse...

    O Serra é a esquerda que frequentou as aulas. O resto é esquerda de centro acadêmico, que só ficava lá, com a camisa do che, fumando um e deixando a barba crescer...
    4 de Maio de 2009 15:15
    Vinicius Duarte disse...

    Ah, então colocaram TUA imagem e TUA fala colada com um depoimento do líder do teu partido dizendo aquela barbaridade (uma coisa IRRESPONSÁVEL, LEVIANA e MUITO PREJUDICIAL ao país, concorda?), pra passar em rede nacional no horário nobre da TV e você "não sabia"? Você acha que a fala do Jungmann é coisa de "um partido decente"??

    Suponhamos que as pessoas fossem burras como o Raul Jungmann pensa que são, e houvesse uma corrida louca dos clientes aos bancos, para sacar a "poupança que o Lula ia confiscar". Quem ia pagar a conta? O "partido decente"?

    Isso é coisa de moleque, de gente que quer o poder a qualquer custo, nem que seja para inventar mentiras e quebrar o país. Esse é o verdadeiro "quanto pior, melhor" que você dizia abominar, mas que hoje parece assinar embaixo.

    Isso é a política que você defende, Soninha? Se não for, por que não sai do PPS e procura um "partido decente"? É assim que se faz oposição, na tua opinião?

    E tem outra sua que eu não engulo: durante a campanha para prefeito, você disse que não apoiava nenhum candidato no 2º turno, sob a alegação de que NENHUM dos dois tinha um projeto no qual você acreditasse, mas, INEXPLICAVELMENTE, aceitou a subprefeitura da Lapa no GOVERNO KASSAB (aquele no qual você não acreditava, junto com a Marta).

    Escrevi, certa vez, como ex-eleitor seu, que você havia saído pior que a encomenda. Mas o que eu vejo é que você é MUITO PIOR que qualquer encomenda.
    4 de Maio de 2009 15:41
    Ricardo Zanoni disse...

    Entendo ser difícil o malabarismo da Soninha em justificar, ou afirmar, o impossível. Vejamos :

    1. PPS e a poupança. Tudo bem, de fato a campanha foi cretina e canalha. Contudo a Soninha esteve presente nela, embora em quadro diferente.

    2. Ainda o PPS - Precisa justificar o cargo do Freire, nos Conselhos da Prefeitura paulista, sendo ele residente em Brasília e jamais morado em Sampa.

    3. Caramba, a afirmação de que Serra é de esquerda é de morrer de rir. Só sendo piada digna lá dos programas humorísticos de TV.

    4. Faz anos, quando tive percepção da Soninha lá na MTV ela passva de fato uma mensagem de pureza e integridade. Hoje, devido seus conflitos com o PT a moça dá dó e é trista vê-la nesse contorcionismo político, dentro do PPS, uma das coisas mais anacrônicas da política brasileira. Ainda que, paradoxalmente, eles digam que são herdeiros do Partido Cominista. Figuras como Roberto Freire que em Pernambuco não mais se elege, talvez, nem pra Síndico do seu prédio. Daí vir se arranjar nessas bocas da Prefeitura paulistana por cortesia de Kassab. Ou de Jungman, outra triste figura pernambucana que está no decadência de sua carreira política e, com certeza, não mais se reelegerá a nada. Lamento Soninha, teu momento atual e tuas companhias. Não vejo em que isso é melhor do que o PT !

    ResponderExcluir
  2. Aproveitando o mote da audiência, antes de calar a boca de vez, e tomado da alegria de quem refresca as coisas com boa música e filmes (impecável a trilha d’Os Indomáveis) deixo aqui um abraço a todos, especialmente à Soninha, desejando certezas e sucessos, sempre.

    ResponderExcluir
  3. Soninha
    Não perca suas poucas e necessarias horas de sono,
    tentando algo impossivel. Mudar coraçoes e mentes
    já focadas em verdades inquestionaveis.

    Há pessoas que nunca vao te dar o Direito de Pensar.
    Igualmente, outras que jamais aceitarao que voce se expresse
    como achar melhor No Seu Proprio Blog.

    Acho que se voce quizer realmente ensinar-lhes algo,
    basta continuar com seus Posts (otimos).
    Quem quiser que leia e comente...

    Seu Trabalho e a Luta em dar jeito na Lapa, já é tao imenso,
    consome tanta energia, que o resultado, muito ou pouco,
    é o que tem sido possivel....

    100 dias é uma amostra de como as coisas funcionam,
    que nos proximos 900, seja cada dia melhor que o anterior.
    Avanti !

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Pedrinho (desculpe a intimidade).

    Em primeiro lugar: a soninha que eu conheço (ou pelo menos conhecia)não achava perca de tempo responder a aqueles que a questinova, até porque ela dizia que é uma política diferente e sua diferença está em responder os questionamentos de seus eleitores.

    Em segundo lugar: Nós como você se refere : "Há pessoas que nunca vao te dar o Direito de Pensar." somos os que dão a ela o direito de trabalhar, pois a elegemos vereadora e pagamos o salário dela de subprefeita, portanto é obrigação dela prestar contas administrativas e políticas, pois ela tem uma vida PUBLICA!!!

    E em último: Ela não gosta e não precisa de puxa sacos, pois ela é muito capaz de falar em nome dela mesma.

    Abraço.

    E soninha continue sempre como foi, uma pessoa espetacular!

    ResponderExcluir
  6. A quantidade de pessoas que assistiu a sessões de cinema, peças de teatro, eventos musicais e outras atividades culturais nos Centros Educacionais Unificados (CEUs) de São Paulo diminuiu 42% na gestão do prefeito Gilberto Kassab (DEM) se comparada à frequência ao longo da administração de Marta Suplicy (PT). A queda de espectadores ocorreu apesar da ampliação da rede - de 21 para 42 unidades.

    Entre agosto de 2003 e dezembro de 2004, quando Marta era prefeita, o público em eventos culturais nos 21 CEUs era em média de 165 mil pessoas por mês. Entre agosto e dezembro do ano passado, período escolhido pela assessoria da gestão Kassab, a média numa rede que na época tinha 32 CEUs diminuiu para 96,4 mil.

    Os dados de público nas atividades culturais durante a administração de Marta Suplicy foram feitos em 2004 e entregues para a equipe de transição que viria a assumir a Secretaria de Cultura na administração de José Serra (PSDB). Os dados atuais são da Secretaria Municipal da Educação.

    A diminuição na grade da programação cultural entre as duas gestões é uma das causas da redução de público. Em 2004, conforme o relatório feito pela equipe de transição, cada unidade dos CEUs tinha nove sessões regulares de cinema por semana, sendo seis para crianças e três para adultos. No ano passado, o cinema nos CEUs teve uma média de 330 exibições gratuitas por mês, o que significa cerca de 2 filmes por semana em cada CEU.

    Na programação de teatros infantis, durante a gestão petista, havia oito apresentações mensais em cada CEU: duas sessões quinzenais às quintas-feiras e uma aos domingos. Na gestão Kassab foram realizadas 125 apresentações de teatro, música e circo ao longo de cinco meses nos 32 CEUs, o que não garante uma grade permanente de eventos para as escolas.

    "É difícil comparar os dados porque não existe na Secretaria de Educação registro da frequência dos CEUs durante a administração petista. Outro fato importante a ser lembrado é que, quando assumimos, tivemos protestos de pessoas que trabalhavam em atividades culturais e que não recebiam havia meses. Mas o fundamental é comemorar que o projeto está sendo realizado e foi ampliado durante a atual gestão", defende o secretário municipal da Educação, Alexandre Schneider.

    A professora Maria Aparecida Perez, que foi secretária municipal da Educação na gestão Marta, afirma que a atual administração não entendeu o projeto pedagógico dos CEUs, apesar da ampliação da quantidade de escolas na rede. "Os filmes, teatros e eventos culturais eram ações articuladas com as aulas, que faziam parte do currículo na busca de uma educação que ampliasse os horizontes. Não era mero entretenimento."

    FONTE: O Estado de S. Paulo de segunda-feira, 4 de maio de 2009

    ResponderExcluir
  7. Soninha, sou estudante de administração pública e gostaria de ir até a subprefeitura amanhã para conhecer. Posso?
    Há atendimento ao público normalmente? Qual horário?
    Muito obrigado,
    Raul

    ResponderExcluir
  8. Fabrício, o correto é "PERDA de tempo", e não "PERCA de tempo".

    ResponderExcluir
  9. Soninha

    Pode dar por favor, um resumo de como foi esta audiencia?

    Gostaria de ter participado, para sugerir que houvesse um
    CONCURSO PUBLICO de Projetos de Parque.
    Nao tenho procuraçao do IAB-Instituto de Arquitetos do Brasil,
    mas sei que eles tem experiencia em pilotar concursos.
    Imagino que dezenas de profissionais e escritorios poderiam propor super ideias.

    Se eu estiver exagerando nos meus comentarios "puxa saco"
    postarei apenas 1 por semana ok? hehehe
    Tambem ajudo a prefeitura a pagar os salarios, mas nao me sinto Patrao da SubPrefeita.

    Fabricio, La por 2040 possivelmente o seu lado PAZ brilhara mais.
    como tenho quase 60, fico feliz antecipadamente por suas futuras falas em blogs daqui a 30 anos (se existirem...).
    Acredite, é super facil MUDAR O MUNDO....agora, mudar a si mesmo, é tarefa de (2n-1) encarnaçoes. (adoro numeros impares)

    Obrigado Soninha pela sua paciencia com Seus Eleitores.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Fabricio,
    Dê uma olhada no interessantíssimo blog de campanha do Serra/Kassab, mais precisamente nessa postagem aqui: http://aschneider.wordpress.com/2009/
    05/06/que-os-ceus-caiam-sobre-sua-cabeca/

    O Secretário de Educação, depois de se humilhar para todo o Brasil no CQC, faz malabarismo textual para dizer o contrário da realidade.

    ResponderExcluir
  12. Fabricio, mal dá tempo de almoçar, de dar conta dos compromissos todos, de postar, eu não posso prometer que vou responder todos os comentários. E é óbvio que é inútil discutir alguns pontos - qual o sentido de eu ficar dizendo "o Serra é de esquerda, detesta a política neoliberal, todo mundo sabia disso desde o governo FHC - até brincavam que ele era o candidato da oposição" - se as pessoas detestam o Serra e não têm disposição para discutir tranquilamente, sem ofensas e ironias? É óbvio que não vai levar a lugar nenhum, pura perda de tempo. Tenho vontade de desmentir algumas notícias falsas, isso sim - sobre o "fechamento de bibliotecas na periferia", por exemplo. Acho gozado que a Folha é uma merda de um jornal quando fala mal do governo Lula, mas é uma fonte super confiável quando fala mal do governo Serra... A Folha erra e acerta contra uns e contra outros. Uma das "bibliotecas fechadas na periferia" foi fechada, sim - para reformas... E reabriu agora, com o mesmo acervo de antes mais uma série de atividades comunitárias. Logo que eu assumi como vereadora, fiz uma vistoria nas várias bibliotecas públicas da cidade, e vi um quadro de doer - banheiros entupidos, acervos mofados, etc. Infelizmente, reformar bibliotecas não dá ibope... Mais um fato inaceitável: o Roberto Freire participa ativamente dos dois conselhos de que faz parte. O que o Zé Dirceu espalhou sobre ele - que "recebe e nem vem" - foi tão canalha que ele mesmo desmentiu depois em seu blog ("Eu nunca disse que ele não vem"). Mas disse, no próprio blog... Impressionante como é fácil mentir a respeito de alguém... E como rótulos "pegam": o presidente do Banco Central no governo Lula é o Henrique Meirelles (esquerda??); a política econômica privilegiou, ao longo destes anos, o mercado financeiro e prejudicou o setor produtivo; os bancos lucraram como nunca; o mega-agronegócio prosperou muito mais (inclusive em áreas que deveriam ser de preservação) do que a agricultura familiar... Mas o Lula é sempre de esquerda. E o que quer que o Serra faça no governo - como "apertar" quem planta cana para reduzir o prazo em que substituirão a queima por colheita mecanizada - passará completamente irreconhecido, porque ele é o capeta da direita... Coitado, quem mandou ser feio e desajeitado, fica mais fácil demonizar.

    ResponderExcluir
  13. Segundo o Lula,o Serra não é de direita é DA direita. Embora eu não concorde, é a opinião do homem que também não se define como esquerda.
    ---
    Jungman toca o terror mesmo, apenas o terror:
    http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u561917.shtml

    ResponderExcluir
  14. a carguista neotucana e subprefeitinha quando rebate alguma crítica é igual a Folha: comenta apenas aquilo que lhe convém. Então quer dizer que nestes anos todos o governo Lula "prejudicou o setor produtivo"???? Santo Deus, a falta de caráter dessa pessoa é pior do que se imaginava. Onde será que o "governador de esquerda" estava quando o governo do qual fazia parte e que defendia, comprava votos para rasgar a constituição e aprovar a emenda da reeleição? onde será que ele estava quando a Vale foi privatizada, mesmo sendo lucrativa? onde será que ele estava quando o governo do qual fazia parte criminalizava os movimentos sociais, principalmente o MST? será que neotucana carguista e subprefeitinha não sabe o que acontece, por exemplo, na rede TV de Cultura, onde jornalista que ousar criticar o governo "do esquerdista" José Serra, é demitido ou então colocado na
    geladeira???? quer uma dica subprefeitinha neotucana? leia esse texto, da revista Fórum:

    NÃO FALEM MAL, NEM FALEM DE MIM
    "O declínio do jornalismo da TV Cultura tem as marcas da mão pesada do governador José Serra"

    http://www.revistaforum.com.br/sitefinal/EdicaoNoticiaIntegra.asp?id_artigo=6814



    a subprefeitinha neotucana e carguista será que se esqueceu que uma das vozes do agronegócio, a senadora escravocrata Kátia Abreu, inimiga número 1 do movimento ambientalista no Brasil, é do DEM, partido do chefinho da subprefeitinha, e que vai se coligar com aquele que ela considera de "esquerda"? será que a neotucana sabe, por exemplo, que a Kátia Abreu e os grandes chefões do agronegócio no Brasil estão ao lado do DEM e do PSDB (veja a quais partidos pertencem os senadores e deputados que fazem lobby para este setor)e que em 2006 votaram contra o PT? A subprefeitinha deveria, por exemplo, ver qual foi a votação do Lula no Sul e no Centro Oeste. Por que será que a subprefeitinha carguista não comenta, por exemplo, sobre a corrupção na época em que o seu mais novo guru político, era ministro da saúde? já ouviu falar em Platão Fischer, um dos homens de confiança de Serra no ministério e responsável por montar os esquemas dos sanguessugas, máfia dos vampiros e das ambulâncias, contando com a conivência do seu amiguinho esquerdista??

    SERRA E OS VAMPIROS"
    "O inquérito sigiloso da Operação
    Vampiro mostra como a quadrilha agiu
    livremente na gestão de José Serra, sem
    ser investigada. E prova que Serra sabia"

    Por Hugo Marques

    TRECHO:
    O candidato a governador de São Paulo José Serra tem assuntos pendentes em Brasília. Entre março de 1998 e fevereiro de 2002, quando ocupou o cargo de ministro da Saúde, seis subordinados dele se juntaram à máfia dos “vampiros” para comprar derivados de sangue com dinheiro público – e a preços superfaturados. Todos foram indiciados; cinco deles, por formação de quadrilha. O relatório sigiloso da Operação Vampiro, que a Polícia Federal finalizou em agosto, concluiu que existia uma “organização criminosa” controlando as compras de hemoderivados na gestão Serra. Na quinta-feira 21, o procurador da República Gustavo Pessanha dava os últimos retoques no texto da denúncia que apresenta à Justiça Federal de Brasília, nesta segunda-feira 25. Empilhados, os documentos alcançam um metro de altura. Há detalhes no inquérito que podem trazer mais dores de cabeça para José Serra. Para começar, a investigação prova que Serra sabia da existência da quadrilha.

    http://www.terra.com.br/istoe/1927/brasil/1927_serra_e_os_vampiros.htm

    E por que a subprefeitinha neotucana e carguista, insiste em não comentar, NADA, ABSOLUTAMENTE NADA com relação aos gastos de 313 MILHÕES DE REAIS EM PUBLICIDADE, do seu amigo esquerdista, enquanto que professores e policiais, por exemplo, continuam recebendo OS PIORES SALÁRIOS DO PAÍS, enquanto as escolas públicas de S.P. continuam caindo os pedaços e as delegacias mal aparelhadas...ah, subprefeitinha olha só que maravilha é a escola pública do seu amiguinho esquerdista, aquele que está provocando uma "grande mudança" nos serviços públicos de S.P.

    NA MELHOR ESCOLA ESTADUAL DE SP, ALUNO FAZ FAXINA
    "Alunos da melhor escola estadual do Estado, a ETE (Escola Técnica Estadual) São Paulo, localizada no Bom Retiro (centro da capital), protestaram ontem contra as condições de limpeza do lugar e fizeram uma faxina simbólica nos três prédios da escola."
    http://www.agora.uol.com.br/saopaulo/ult10103u561106.shtml

    Obviamente que a subprefeitinha neotucana e carguista vai desqualificar a fonte. Mas então deixa eu entender: qdo a grande mídia paulista e paulistana, que em 90% dos casos publicam reportagens tendenciosa, partidárias e parciais a favor do seu "candidato esquerdista e de seu partido-super esquerdista", a subprefeitinha carguista e neotucana nada escreve por aqui. Quando essa mesma mídia, para fazer de conta que é imparcial publica escândalos, mandos e desmandos dos seus amiguinhos do DEM/PSDB, dai ela passa a ser tendenciosa???

    você é apenas uma piada de mau gosto, subprefeitinha. Mas não se desespere, se o seu "candidato esquerdista" vencer as eleições-toc, toc, na madeira- (e privatizar tudo o que resta de patrimônio público), você já tem a sua boquinha garantida em Brasília.

    ResponderExcluir
  15. E da audiência pública sobre o Parque só um arremedo de idéia? Taqueuspa. Haja paciência. Sobretudo para os erros de português (ou digitação...rs).

    ResponderExcluir
  16. Para manter receita, Serra prepara novo pacote de concessão de estradas

    Governador anunciou que plano está ''engatilhado'' e inclui também a privatização de aeroportos

    Silvia Amorim e Daniel Bramatti
    O governo paulista prepara um novo plano de concessões para reforçar o caixa de investimentos do Estado em 2010. A intenção é ampliar o número de estradas sob a administração da iniciativa privada e, pela primeira vez, incluir aeroportos estaduais nesse pacote.

    A terceira etapa de privatizações em São Paulo foi confirmada ontem pelo governador José Serra (PSDB). "Estamos engatilhando tudo. Quando tiver os nomes (das estradas e aeroportos), eu dou", afirmou Serra, após uma palestra para economistas na capital paulista.

    As novas concessões viriam garantir ao Estado mais recursos para aplicar em setores estratégicos de infraestrutura. Serra tem nessa área projetos que são vitrine da sua gestão, como a ampliação da rede de metrô, a modernização da malha ferroviária e a recuperação das estradas vicinais. Por ser a concessão um processo demorado, os recursos provenientes dela estão sendo contabilizados apenas para 2010.

    Na semana passada, o governador admitiu que os cofres estaduais já começaram a sentir os efeitos da crise econômica. A receita estadual deste ano - de janeiro a abril - caiu mais do que o esperado (R$ 1,3 bilhão) e já é menor do que a do mesmo período de 2008. Diante disso, quanto mais fontes de recursos melhor, sobretudo porque o projeto de Serra, um dos nomes cotados no PSDB para disputar a Presidência da República, é ambicioso para esses dois últimos anos de governo.

    Somente neste ano a administração pretende aplicar cerca de R$ 20 bilhões em investimentos para um Orçamento de R$ 118,2 bilhões. Para 2010, são previstos R$ 24 bilhões.

    O governador não quis dar detalhes sobre as futuras concessões, nem informar quando seriam realizadas. O Estado apurou que, no setor de rodovias, três casos são sendo estudados, todos na região do litoral: as concessões da Rodovia dos Tamoios (SP-99), que liga o Vale do Paraíba a Caraguatatuba; da Mogi-Bertioga (SP-98), de Mogi das Cruzes a Bertioga, e da Oswaldo Cruz (SP-125), entre as cidades de Taubaté e Ubatuba. Há ainda rodovias menores no interior, como a Euclides da Cunha (SP-320), na fronteira com Mato Grosso do Sul.

    Em relação aos aeroportos, a discussão sobre a concessão ainda está em fase inicial. O governo paulista administra, por meio do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo, 31 aeroportos no interior. Os maiores, e, portanto, com maior potencial numa eventual concessão, são Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, com movimentação de 97.509 e 65.479 passageiros no primeiro trimestre deste ano, respectivamente.

    Em janeiro, em entrevista à Agência Estado, o secretário estadual dos Transportes, Mauro Arce, disse que a intenção do governo era dividir os 31 aeroportos em cinco lotes ao ofertá-los à iniciativa privada.

    "Temos notícias de que o governo está estudando uma nova etapa de concessões, mas não sabemos se já definiram a lista. Sabemos que há um debate interno sobre se adotar o modelo de concessão simples ou PPP (Parceria Público-Privada)", diz o presidente da Associação Brasileira de Concessões de Rodovias, Moacyr Duarte.

    Desde o ano passado, com a concessão do trecho oeste do Rodoanel, o governo conseguiu para os cofres estaduais R$ 988 milhões - parte dos R$ 2 bilhões que a concessionária pagará em dois anos pela exploração da rodovia até 2038. Mais R$ 581 milhões foram arrecados com o pagamento parcial da outorga de quatro lotes concedidos em 2008.

    Os dois processos de privatização feitos pelo Estado até agora ficaram restritos a rodovias. O primeiro foi ainda no governo Mario Covas e acertou as concessões do sistema Anchieta-Imigrantes e Anhanguera-Bandeirantes, entre outros. A etapa seguinte foi implementada por Serra, e envolveu trechos da Carvalho Pinto, da D. Pedro e da Marechal Rondon.

    Fonte: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090512/not_imp369401,0.php .


    Novamente fica bem claro a intenção de nosso governador de vender nosso estado. Primeiro por que a maior justificativa da privatização é que o órgão, fundação e/ou estrada e etc estão dando prejuízos aos cofres públicos. Isso é uma mentira, pois o governador tem um Orçamento de mais de R$118,2 bilhões, portanto isso não é desculpa. Outra é que José Privatiza diz que os recursos provindos da venda do Estado é para sanar a perca com a "Crise Mundial", ou melhor, a Crise dos Tucanos : Aéceo e o Poderoso. Eles dizem que a perca por causa da crise soma-se cerca de R$1,8 bi, mas só a vendo da Rodoanel como a matéria diz acima cobre mais de R$2 bi. Mais uma mentira!!!
    E ainda tem gente, ou melhor, carguistas e neotucanos que falam que o governador é de esquerda... Claro que sim, pois se vender o Estado e entregar aos golpistas, aos gigolôs e obsecados da iniciativa privada é ser de esquerda, claro que ele é.
    Mas uma vez nosso "querido" (des)governador está vendendo TUDO que temos e VENDERÁ o Brasil, se tivermos ele presidente...

    ResponderExcluir
  17. Soninha Parabens
    Voce batalha e nem sempre eh visivel...


    folha de sao paulo
    São Paulo, quarta-feira, 13 de maio de 2009

    Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

    Prefeitura de SP tomba 17 imóveis na região da Lapa
    Processo de tombamento foi aberto há 5 anos, mas órgão que cuida do patrimônio só começou a debatê-lo em 2008

    Moradores reclamam de deterioração dos prédios e de não terem participado da escolha; Conpresp diz que abriu espaço para discussão

    MARIANA BARROS
    DA REPORTAGEM LOCAL

    O Conpresp, órgão responsável pela preservação do patrimônio municipal, decidiu ontem tombar 17 imóveis da região da Lapa (zona oeste de São Paulo) -entre eles, o Mercado da Lapa, o Sesc Pompeia e a Igreja Nossa Senhora da Lapa.
    Outras 23 edificações candidatas à proteção oficial do município ficaram fora do tombamento, e 11 ainda esperam decisão, prevista ainda para maio.
    Os proprietários de prédios tombados ficam obrigados a pedir autorização ao Conpresp para quaisquer modificações nos imóveis, inclusive na pintura. Cabe ao município fiscalizar o cumprimento dessa norma.
    A solicitação para proteger os 51 imóveis da Lapa foi feita por moradores e discutida na Câmara Municipal e na Subprefeitura da Lapa, originando um processo de tombamento iniciado em 2004.
    Somente em agosto do ano passado, porém, é que a medida começou a ser discutida no âmbito do Conpresp.

    Deterioração
    Nesse intervalo, alguns dos imóveis se deterioraram e outros chegaram até a ser demolidos -ainda que apenas a abertura do processo já impedisse, em tese, alterações nos edifícios sem prévia autorização. Os 23 imóveis que tiveram o tombamento descartado perderam qualquer proteção.
    Para Ros Marie Zenha, do Mover (Movimento contra a Verticalização da Lapa), deveria ter havido maior fiscalização do poder público para evitar que esses imóveis fossem destruídos antes da decisão do tombamento.
    "Não há fiscalização dos bens que estão em processo de tombamento, que às vezes são alvo de uma depredação até intencional", afirma Ros Marie.
    Ela se queixa ainda da falta de participação dos moradores na escolha dos edifícios a serem tombados: "Ficamos chateados porque não soubemos de nada, não pudemos assistir nem como ouvintes".
    Segundo José de Assis Lefèvre, presidente do Conpresp, o órgão não debate suas deliberações, mas sempre abriu espaço para que os interessados expusessem suas opiniões.
    De acordo com ele, os critérios para selecionar quais imóveis seriam tombados na Lapa foram a qualidade arquitetônica, o interesse histórico e o grau de preservação de cada edifício.
    "Havia galpões industriais muito deteriorados. A antiga fábrica de tecidos e bordados da Lapa, por exemplo, já estava demolida", disse, referindo-se aos galpões da rua Engenheiro Fox, um dos endereços descartados pelo tombamento.

    Outras áreas em estudo
    O Conpresp estuda atualmente o tombamento de grupos de imóveis no Jabaquara (zona sul), na Penha e em São Miguel (ambos na zona leste), que, assim como a Lapa, são classificados como Zepec (zonas especiais de preservação cultural) pelo Plano Diretor.
    São áreas que possuem imóveis ou paisagens importantes do ponto de vista histórico, cultural, artístico, ambiental ou arqueológico. Os critérios usados na Lapa devem nortear a resolução nessas regiões, ainda sem data para deliberação.

    1 abç

    ResponderExcluir

Talvez eu responda seu comentário com outro comentário... Melhor passar por aqui de vez em quando para ver se tem novidades para você.